CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Adriane Neves
Minha árvore com seus galhos poéticos.
Textos

Esvazio-me para caber
Está caindo lá de cima várias goiabas, puxo a ponta da minha camisa
E faço-a de sacola, firmo meus pés e dobro meus joelhos
Reunindo força suficiente para manter-me em pé
Para conseguir carregar o que possível for
Está caindo lá de cima, bem na minha direção
Os que fogem, estico-me
Para amparar
Faço montes num canto reservado
Os que realmente gostam da fruta ou do cheiro
Compartilho
Esvazio-me para caber
Tem muitos frutos caindo
E meu amigo se diverte jogando
Se diverte com o exagero que floresce em cada galho
Grito, que temos o suficiente
Entre galhos me sorri
E desce arranhando os joelhos
Paramos e admiramos
Catamos
E saímos oferecendo por aí.
Adriane Neves
Enviado por Adriane Neves em 19/04/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários