CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Adriane Neves
Minha árvore com seus galhos poéticos.
Textos

Mesmo que nada transpire
Será que o amor me ligou e não ouvi
Por estar distraída com o que passou
Quem ganha os olhares dos lugares
É tão bom ser pequena como um grão qualquer
Ninguém sente falta
Nem lembra de chamar para um café
Vê se vem
Vê se vai dar um jeito
Não sabemos quando vão nos comer
E nem o que irão cuspir
Meu prato anda vazio
E me perco sem saber
Se nada tem ou se já comi
Pela casa
Cacarecos
Eu saio e chego devagar
Eu amanheço sem perceber
Mesmo no calor durmo abraçada com você
Adriane Neves
Enviado por Adriane Neves em 25/09/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários