CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Adriane Neves
Minha árvore com seus galhos poéticos.
Textos

A sensibilidade dança no sábado á noite
A força que carrego no meu corpo
Que dança por este palco para quem chega
O sorriso que estampa a porta dos meus sonhos
E samba na sua incerteza
Os cabelos que ficam como quer
Esta beleza inteira
É para empoderar quem quer que seja
A energia que contém nesta alma
Ajuda a evoluir
Sabe-se lá Deus
O que o fez decidir
Que eu seria a guardiã
Do que acende o brilho no olhar
Dentro de mim tem uma escola de samba inteira
Para sacodir quem quer que seja
As gerações belas
Batem tambores, palmas e os pés
Saúda o chão, o céu, a direita e a esquerda
E creia és uma escola de como se na terra devemos pisar
Adriane Neves
Enviado por Adriane Neves em 29/10/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários