CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Adriane Neves
Minha árvore com seus galhos poéticos.
Textos

Onde te encontro?
Seu formato, suas partes frias, outras quente e úmidas
Feito para o descanso dos passageiros
Motivo de brigas da madrugada, onde todos são corajosos
Tem quem te enfeite de flores e quem as jogue fora

Os que esperam derramar-se em ti, para abocanhar as sacolas
Brigaram-se bons moços, por votos para  te posicionar bem
Enfiam-te em fotos, usam-te para o amor e firmar ideologias
Sabes todos os segredos de ambos os lados da moeda

Usaram as pedras que atiraram na Geni para pregar-te
Precisam te manter intacto
Se não, onde poderiam derramar o seu elixir?

Onde poderiam depositar histórias de anos
E enriquecer toda a sua ancestralidade?
Ou, onde poderia mais, a vida se eternizar do que num banco?
Adriane Neves
Enviado por Adriane Neves em 03/12/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários