CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Adriane Neves
Minha árvore com seus galhos poéticos.
Textos

Olhos que fitam
Daqui eu sinto sua sede
E seu corpo se debatendo
Entre todas as portas
Com sua vontade de flutuar
Suas palavras soltas em cada paralelepípedo
Formando frases para convencer
Como as placas tortas nas ruas
Pela fúria dos jovens
Que ninguém credita
Tudo aquilo que conseguiu juntar
Só depois que os fios brancos
Passaram a surgir
Eu não ocupo nenhum espaço na sua vida
E somos vazios de nós
E ainda assim
Sem conhecer o universo
De pessoas que nos rodeia
Ficamos a duvidar se existe vida fora da
Terra
Fora da tela
Além do que nossos olhos conseguem fitar
Adriane Neves
Enviado por Adriane Neves em 04/12/2018
Alterado em 04/12/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários