CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Adriane Neves
Minha árvore com seus galhos poéticos.
Textos

Treme demais
De tanto tremer de medo
A semente se rompeu
Foi se afundado
Devorando-se na terra
Mas quando percebeu cresceu
Vendo tudo do alto
Pro céu correu
Buscando algumas nuvens
Para ali sumir
Num dia qualquer
Recebeu um banco e corda
Num dia qualquer
Se tremeu de medo
Tendo que olhar para vida
E floresceu
Ao olhar para flor
Frutificou
Adoçou sua vida
Protegeu com sombra
O caminhante
Seu corpo virou um quadro
Para os amantes
Mostrarem que sabem desenhar corações
Quem seu fruto deseja
Sabes qual é a sua estação
Tu sabes quem gosta
E adoça na proporção
Árvore altamente
Medrosa
Até hoje se treme
Com vento
Com novos frutos
Com tudo que chega
De novo
Árvore medrosa
Toda vez que treme
Cresce mais
Adriane Neves
Enviado por Adriane Neves em 04/02/2019
Alterado em 05/02/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários