CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Adriane Neves
Minha árvore com seus galhos poéticos.
Textos

O amor morreu de susto
Chegou o amor
Com seu jeito jovial
Cordial
Olhos brilhando
Tinindo o que tinha de bom
E querendo dividir
E num susto jogaram o amor
Que caiu em outras mãos
Boas mãos
Que sempre acarinhava-o
Quando estava em outras mãos
Na sua
Lanço-ou para cima
Que caiu em um outro pé
Que estavas sempre a pisar
Em terras férteis
Quando ao seu alcance estava
Deu uma bicuda
Jamais dada
A ponto de parar num lixão
A ponto de voltar
De onde ele muito lutou
Para sair
Mas desta vez
O amor morreu
De tanto susto
Adriane Neves
Enviado por Adriane Neves em 04/02/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários