CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Adriane Neves
Minha árvore com seus galhos poéticos.
Textos

Inquietações
Quando as cortinas balançam ao natural
E as palavras da janela refletem na parede
O cansaço bate 3 vezes na porta
Afundo-me no travesseiro
Sinto o cheiro de rosas
Passo a vontade de não sei o que
Passei o dia na espera
Na sala
Na fila
No trânsito
Passei o dia sentindo falta
Da alegria que sentia ontem
Quando a luz do prédio defronte ao meu
Avisa-me que está tarde
Para apagar o incêndio
Que está tarde para apreciar os jovens
Para te ligar
Para te responder
Para te procurar
A companhia da senhora de pele caída
Não me faz bem
Essa forma que as histórias desenrolam
Não faz bem
Adriane Neves
Enviado por Adriane Neves em 08/02/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários