Textos

Tateando
Tenho andado como de olhos vendados
Apalpando os caminhos
Entrando e saindo de lugares
Por nenhum deles me pertencer
Tenho encontrado pessoas legais
Que enxergam a vida como ela realmente é
E me guiam
Mas quero apenas estar de passagem
Porque em nenhum desses cantos vou te encontrar
E nuns momentos inesperados você surge
Tão igual como da última vez
Repetindo palavras fortes
Fazendo-me gritar e chorar onde estiver
Queria que meus Sussurros
Fossem ouvidos por você
Queria que cada palavra dessas
Nos libertassem
Ando tateando
Ouvindo pouco
Sentindo Saudades
Sentindo muito
Adriane Neves
Enviado por Adriane Neves em 27/05/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários