Textos

Contador de histórias
Pare por favor
Muitas gerações
Cê já recrutou
Cada um mal sabe de si
Tem uns que sabem até demais
Contador
Tu levas corpos
O banco de ônibus
É uma cama melhor
Pra quem quer tocar no sonho
Pra quem quer usar um outro pano
E segurar outro tipo de papel
Contador de histórias
Pare de arrancar nossos pés do chão
Estamos trocando o beijo bom
Pelo toque taque do despertar
Se João não te escutasse
Se Marina não te seguisse
Eles estariam felizes lá
Na no milharal
A noitinha cantando prosas
Sentindo cheiro dos temperos verdes
Olhando estrelas que não caem
E se importando pouco com o faz não faz
Contador de histórias
Veja só
O tanto que se responsabilizou
Logo veio as cunhadas e a sogra
E acabou com o que restou do amor
Adriane Neves
Enviado por Adriane Neves em 23/07/2019
Alterado em 08/08/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários