Textos


58km/h

Hoje eu olhei para tudo
Para todo mundo
E vi o mundo me olhar
O vento munido de ferro
Querendo o vídro atravessar
Quem ele queria pegar?
Quem ele queria botar pra correr?
Eu senti medo
De que um pedaço do vidro
Estraçalhasse meu rosto
Ou caísse nas costas
Da minha amiga
Se eu tivesse na ponte
Cairia?
Se tivesse andando
Tropeçaria?
Se tivesse correndo
Voaria?
O tom do vento
Não era de brincadeira
Será que era apenas silêncio
Que queria?
Nessas horas
Só pensei
Em quem neguei amor
Nem sabia que gostava
Tanto do meu rosto
Desnudou outra coisa
Sobre mim
Creio eu
Que intrigado estava
E quis mostrar
Que ele também deve fazer parte de todos os planos
Que ele também tem opinião
Que ele também
Pode bagunçar
Quebrar
Tudo aquilo que o homem
Não para de sonhar.
Adriane Neves
Enviado por Adriane Neves em 30/10/2019
Alterado em 01/11/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários